Cidade

Morre aos 55 anos o diretor-executivo do jornal Correio, Sergio Queiroz Costa

O diretor-executivo do jornal Correio, Sergio Queiroz Costa, morreu na noite do último domingo (6), na sua casa, em Salvador. Ele tinha 55 anos e foi vítima de um infarto. Sergio deixou mulher e três filhos. [Leia mais...]

[Morre aos 55 anos o diretor-executivo do jornal Correio, Sergio Queiroz Costa]
Foto : Reprodução/Correio

Por Gabriel Nascimento no dia 07 de Março de 2016 ⋅ 06:22

O diretor-executivo do jornal Correio, Sergio Queiroz Costa, morreu na noite do último domingo (6), na sua casa, em Salvador. Ele tinha 55 anos e foi vítima de um infarto. Sergio deixou mulher e três filhos. O jornalista passou mal por volta das 18h40, e foi socorrido pela sua esposa, Rachel Vita. Médicos deram os primeiros socorros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas Sergio já estava sem os sinais vitais.

Nascido no Rio de Janeiro, veio para a Bahia em maio do ano de 2009 para assumir a redação do Correio. Em setembro do último ano, passou para a diretoria-executiva do jornal, no lugar de Luiz Alberto Albuquerque. Durante sua gestão, conquistou prêmios como Embratel, SND, INMA, Tim Lopes e foi seis vezes finalista do Esso. Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e com MBA pela Fundação Dom Cabral, passou ainda por jornais como Folha de S. Paulo, O Dia, ambos no Rio de Janeiro, e atuou nas revistas Manchete e Ele e Ela, da Bloch Editores.

Além dos colegas e familiares, o governador Rui Costa (PT) e o prefeito ACM Neto (DEM) utilizaram as redes sociais para lamentar o falecimento do jornalista. "A imprensa baiana perde um profissional que soube valorizar o seu trabalho e os colegas. Neste momento de dor, rezo e peço a Deus que conforte seus amigos e familiares", disse Rui. "Além da competência e talento, Sergio Costa era, antes de tudo, uma pessoa que agregava, que fazia amigos. Que Deus o ilumine e conforte seus amigos e familiares. Com certeza, o seu exemplo será seguido", afirmou Neto.

O velório está marcado para esta segunda-feira (7), das 7h às 11h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Brotas. O corpo será levado para o Rio de Janeiro, onde será sepultado.

 

Notícias relacionadas

[Morre Makota Valdina, aos 75 anos]
Cidade

Morre Makota Valdina, aos 75 anos

Por James Martins no dia 19 de Março de 2019 ⋅ 07:55 em Cidade

Porta-voz das religiões de matriz africana, ela lançou em 2013 a autobiografia "Meu Caminhar, Meu Viver"