Cidade

Procon autua mercado Extra por vender bacalhau impróprio ao consumo

O Procon-BA deflagrou nesta sexta-feira (11) fiscalização motivada por denúncia de consumidor, no qual ficou constatado que o Hipermercado Extra, localizado na Vasco da Gama, comercializava produtos descongelados, impróprios ao consumo humano. Segundo o órgão, diversos clientes afirmaram que o mercado vendia uma série de produtos em condição irregular. [Leia mais...]

[Procon autua mercado Extra por vender bacalhau impróprio ao consumo]
Foto : Carla Ornelas/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 11 de Março de 2016 ⋅ 18:41

O Procon-BA deflagrou nesta sexta-feira (11) fiscalização motivada por denúncia de consumidor, no qual ficou constatado que o Hipermercado Extra, localizado na Vasco da Gama, comercializava produtos descongelados, impróprios ao consumo humano. Segundo o órgão, diversos clientes afirmaram que o mercado vendia uma série de produtos em condição irregular. O Procon constatou a presença de produtos expostos a venda, como filé de merluza, filé de tilápia e bacalhau, em condições impróprias para o consumo humano.
 
O diretor de fiscalização do Procon, Iratan Vilas Boas, ressaltou que a venda de alimentos impróprios para o consumo contraria os direitos básicos do consumidor, além de causar prejuízos à saúde. "O ato fiscalizatório pretende assegurar a proteção destes consumidores, bem como coibir práticas irregulares existentes no mercado de consumo", disse. "As ações fiscalizatórias visam assegurar os direitos do consumidor, evitando com que produtos e serviços impróprios, sejam colocados no mercado de consumo para que não acarretem riscos à saúde ou segurança dos consumidores", disse o superintendente do PROCON-BA, Marcos Medrado.
           
Após a autuação, o Extra responderá a processo administrativo, que tramitará no Procon, no qual terá um prazo de dez dias para apresentar defesa formal, podendo ao final sofrer a aplicação da sanção administrativa cabível, tal como a aplicação de multa.

Notícias relacionadas

[Fabrício Queiroz movimentou R$ 7 milhões em três anos]
Cidade

Fabrício Queiroz movimentou R$ 7 milhões em três anos

Por Leo Sousa no dia 20 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:00 em Cidade

Nos arquivos do Coaf consta que as movimentações financeiras de ex-motorista de Flávio Bolsonaro tiveram um volume maior do que o que foi divulgado em dezembro