Cidade

Paulo Câmara defende impeachment e fala em "maior manifestação" em Salvador

O Grupo Metrópole mais uma vez está presente nas manifestações que acontecem em Salvador, com o foco no governo do PT. Neste domingo (13), centenas de pessoas estão reunidas na Barra, desde 10h. Em entrevista ao Metro1, o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Paulo Câmara (PSDB), disse que a presidente Dilma Rousseff precisa renunciar, "ou terá que acontecer o impeachment de uma maneira mais séria". [Leia mais...]

[Paulo Câmara defende impeachment e fala em
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia e Matheus Morais no dia 13 de Março de 2016 ⋅ 10:48

O Grupo Metrópole mais uma vez está presente nas manifestações que acontecem em Salvador, com o foco no governo do PT. Neste domingo (13), milhares de pessoas estão reunidas na Barra, desde 10h. Em entrevista ao Metro1, o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Paulo Câmara (PSDB), disse que a presidente Dilma Rousseff precisa renunciar, "ou terá que acontecer o impeachment de uma maneira mais séria".

"É a maior manifestação que a nossa cidade fará e não temos mais o que esperar. O que nós não podemos ver é o governo apático, um governo que não tem rumo, e que só tem um propósito. A meta do governo é tentar fugir do impeachment e tentar salvar Lula da cadeia, mas é um governo sem norte e o país está sem rumo. Portanto, hoje será o marco zero para o país e a partir de amanhã nós teremos um novo país, com novas diretrizes. É um número expressivo de gente exigindo 'fora dilma'. O Brasil não aguenta mais tanta denúncia", falou.

Notícias relacionadas