Cidade

Comissão da Câmara apresenta moção de repúdio contra propaganda da Fiat

A nova campanha publicitária da Fiat deu o que falar na Câmara de Vereadores de Salvador, na tarde desta segunda-feira (14). Durante sessão, o presidente da Comissão Especial em Defesa da Pessoa com Deficiência, vereador Leo Prates, se posicionou contra a campanha publicitária e apresentou, ainda, uma moção de repúdio. A propaganda que lançou o novo Fiat Toro traz a ideia de infinitas possibilidades que podem ser geradas de acordo com o que vai sendo exibido ao longo do filme [Leia mais...]

[Comissão da Câmara apresenta moção de repúdio contra propaganda da Fiat]
Foto : Youtube

Por Alaine Brasil no dia 14 de Março de 2016 ⋅ 18:06

A nova campanha publicitária da Fiat deu o que falar na Câmara de Vereadores de Salvador, na tarde desta segunda-feira (14). Durante sessão, o presidente da Comissão Especial em Defesa da Pessoa com Deficiência, vereador Leo Prates, se posicionou contra a campanha publicitária e apresentou, ainda, uma moção de repúdio. A propaganda que lançou o novo Fiat Toro traz a ideia de infinitas possibilidades que podem ser geradas de acordo com o que vai sendo exibido ao longo do filme.

“A Fiat não respeitou a diferença entre as pessoas. Para mim, faltou o mínimo de cuidado com a aprovação da campanha”, disse Prates, que afirmou ainda que “em um mundo de tantas possibilidades, como a própria propaganda mostra, o ambiente organizacional também deve estar atento às diferenças.

O comercial mostra que apenas as pessoas com 46 cromossomos teriam acesso à "infinitas possibilidades" excluindo, por exemplo, pessoas com síndrome de Turner, que podem ter um cromossomo a menos; e pessoas com síndromes de Down, Patau, Warkany, triplo X e Klinefelter, que tem um cromossomo a mais. Algumas síndromes raras podem provocar a ocorrência de tetra ou pentassomias e, nesses casos, serão pessoas com 48 ou 49 cromossomos.

Confira o vídeo da campanha: 

Notícias relacionadas