Cidade

"Barraco de rico" denunciado pela Metrópole ameaça desabar na Vitória

A obra fica em um recorte estranhamente feito na Área de Proteção Cultural e Paisagistica (APCP) do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), aprovado na gestão do ex-prefeito João Henrique

[
Foto : Leitor Metro1

Por Juliana Almirante no dia 18 de Maio de 2015 ⋅ 11:34

O terreno de um edifício em obras no Corredor da Vitória -- já denunciado pelo Jornal da Metrópole pelo risco à região de proteção ambiental -- ameaça desabar por conta das fortes chuvas que atingem a cidade. A terra já começa a deslizar e árvores começam a cair na área. O empreendimento é tocado pelas empresas Pereira Leite e Porto Victória Empreendimentos. 

A obra fica em um recorte estranhamente feito na Área de Proteção Cultural e Paisagistica (APCP) do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), aprovado na gestão do ex-prefeito João Henrique. Embora o PDDU tenha tornado legal a construção, moradores da região questionam a inexplicável e suspeita mudança na Área de Preservação Permanente (APP). O assunto já gerou discussão em sessão da Câmara de Vereadores de Salvador.

Notícias relacionadas