Cidade

Risco de queimaduras deixa médicos do HGE em alerta no São João

Durante a época do São João, é comum o aumento no número de atendimentos nos caso de queimaduras. Do último sábado até a manhã desta segunda-feira (20 a 22), o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, atendeu uma pessoa que se queimou por fogos de artifício e oito decorrentes da explosão de bombas. [Leia mais...]

[Risco de queimaduras deixa médicos do HGE em alerta no São João]
Foto : Divulgação/Mateus Pereira/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 22 de Junho de 2015 ⋅ 17:23

Durante a época do São João, é comum o aumento no número de atendimentos nos caso de queimaduras. Do último sábado até a manhã desta segunda-feira (20 a 22), o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, atendeu uma pessoa que se queimou por fogos de artifício e oito decorrentes da explosão de bombas.

A depender da gravidade das lesões, estes tipos de acidente podem causar até a morte. O HGE, unidade de referência em tratamento de queimaduras, alerta que tratamentos caseiros só fazem complicar estes tipos ferimentos. De acordo com o médico André Luciano Andrade, diretor do HGE, é recomendável que sejam observados cuidados importantes durante a diversão junina, como comprar fogos em locais autorizados, obedecer às orientações do fabricante contidas na embalagem e nunca deixar criança soltar fogos sozinha.

"Levando em consideração anos anteriores, a gente percebe que a maior procura [por atendimento] ocorre após o encerramento da festa. Enquanto os festejos acontecem, as pessoas usam paliativos e não procuram [assistência] médica. O resultado é a complicação do ferimento", afirmou ele.

 

Notícias relacionadas