Cidade

Servidores municipais decidem manter greve e marcam nova assembleia

Servidores municipais da capital baiana realizaram assembleia, no Largo do Campo, na manhã desta terça-feira (22), e decidiram manter a greve que já dura uma semana. A categoria protesta contra a decisão do prefeito ACM Neto (DEM) de não reajustar os salários dos trabalhadores. Durante o ato realizado no Corredor da Vitória, os trabalhadores seguiram em direção ao Farol da Barra com faixas e cartazes. [Leia mais...]

[Servidores municipais decidem manter greve e marcam nova assembleia]
Foto : Divulgação/Sindseps

Por Matheus Simoni no dia 22 de Março de 2016 ⋅ 16:44

Servidores municipais da capital baiana realizaram assembleia, no Largo do Campo, na manhã desta terça-feira (22), e decidiram manter a greve que já dura uma semana. A categoria protesta contra a decisão do prefeito ACM Neto (DEM) de não reajustar os salários dos trabalhadores. Durante o ato realizado no Corredor da Vitória, os trabalhadores seguiram em direção ao Farol da Barra com faixas e cartazes. A decisão tomada pelos servidores foi a manutenção da greve iniciada na última terça-feira (15).

A categoria alega que a gestão municipal não realizou mais nenhuma chamada para negociações, tendo a última rodada sido realizada no dia 14 de março. A principal solicitação da pauta de reivindicações é o aumento linear de 17% nos salários, além do reajuste do auxílio alimentação, de R$  14,36 para R$ 25. Segundo o Sindseps, a prefeitura apresentou contraproposta de 0% e negou qualquer outro adicional financeiro. A próxima assembleia acontece na próxima segunda-feira (28), a partir das 08h, na Praça da Piedade.

Notícias relacionadas