Cidade

Deputada critica posição de Neto com professores municipais: "Não vou ensinar"

A deputada federal e pré-candidata à prefeitura de Salvador, Alice Portugal (PCdoB), falou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (23), sobre a greve dos professores municipais que durou 20 dias e foi finalizada na última segunda-feira (21). Segundo Alice, o "justo é negociar" e ela chegou a criticar o posicionamento do prefeito ACM Neto. [Leia mais...]

[Deputada critica posição de Neto com professores municipais:
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia e Gabriel Nascimento no dia 23 de Março de 2016 ⋅ 10:37

A deputada federal e pré-candidata à prefeitura de Salvador, Alice Portugal (PCdoB), falou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (23), sobre a greve dos professores municipais que durou 20 dias e foi finalizada na última segunda-feira (21). Segundo Alice, o "justo é negociar" e ela chegou a criticar o posicionamento do prefeito ACM Neto.

"Sabemos que todas as estruturas do Estado estão em dificuldade, então não farei demagogia, sei das dificuldades, mas é preciso ter uma mesa permanente, como não tem como pagar o que se deve, você negocia em etapas e indica beneficios indiretos. Não vou ensinar, porque o prefeito pode não ter grande jornada, mas é experiente e tem uma assessoria mais ainda", disse.

O comentário da deputada é baseaso em uma das reivindicações da categoria sobre a notificação judicial recebida pela Associação dos Professores Licenciados da Bahia (APLB), acerca da ilegalidade da greve. "Espero que ele negocie e respeite o direto do funcionário realizar o movimento, é constitucional, desde que seja algo republicano, não tem porque ter repressão, a mesa é a grande solução para abreviar impasses. Aguardo realmente que essa negociação aconteça sem intimidações e assedios a funcionários que estão reivindicando seus direitos", completou.

Notícias relacionadas