Cidade

Após pedido de ACM Neto, mais dois imóveis são demolidos em Salvador

Com as fortes chuvas em Salvador, a prefeitura já realizou mais de 22 demolições. Nesta quarta-feira (20), dois imóveis são demolidos

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ Agecom

Por Bárbara Gomes no dia 20 de Maio de 2015 ⋅ 17:49

Por causa do intenso período de chuvas, a Prefeitura de Salvador segue realizando demolições de imóveis. Nesta quarta-feira (20), agentes da Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) demoliram dois imóveis que corriam risco de desabar na rua Direta do Campo, no Calabetão. Segundo o órgão, a ação partiu de um pedido do prefeito ACM Neto, que realizou uma vistoria técnica no bairro na manhã da terça-feira (19); a decisão também foi aprovada por engenheiros. 

 

Desde o mês passado, 22 imóveis já foram demolidos pela Sucom, por representarem risco à população. O órgão ressalta que para uma demolição acontecer, o imóvel deve ser avaliado pela Defesa Civil (Codesal), que solicita a execução à Sucom. Quanto aos imóveis que fazem parte do Patrimônio Histórico da Cidade, o Iphan precisa também autorizar a ação. 

 

Mais uma vez, a prefeitura destaca a necessidade dos moradores de áreas de risco atenderem a orientação para deixar seus domicílios, com o objetivo de evitar que ocorram novas tragédias, como a desta quarta-feira no Comércio - onde uma pessoa morreu e outra ficou ferida, numa rua próxima ao Elevador Lacerda.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Estamos lascados (lá nele!)]
Cidade

Estamos lascados (lá nele!)

Por Jolivaldo Freitas no dia 22 de Julho de 2018 ⋅ 12:45 em Cidade

Este ano começou em 16 de fevereiro de 2018 e vai até 4 de fevereiro de 2019, quando dará lugar ao Ano do Porco de 2019. Se atente. Leia o artigo

[Preço do aluguel tem redução em Salvador; confira ]
Cidade

Preço do aluguel tem redução em Salvador; confira

Por Gabriel Nascimento no dia 22 de Julho de 2018 ⋅ 11:00 em Cidade

Residenciais com dois quartos são os que mais registraram diminuição. Em relação a junho de 2017, o preço teve queda de 2,25% no mesmo mês deste ano