Cidade

Corregedor da PM promete apuração 'transparente" de agressão a jornalista

O corregedor da Polícia Militar Manoel Amâncio de Souza Neto prometeu, em entrevista à Rádio Metrópole nesta segunda-feira (6), que o caso da agressão contra o jornalista Marivaldo Filho, ferido por policiais militares, será apurado pela corporação. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Bocão News

Por Juliana Almirante no dia 06 de Julho de 2015 ⋅ 10:09

O corregedor da Polícia Militar Manoel Amâncio de Souza Neto prometeu, em entrevista à Rádio Metrópole nesta segunda-feira (6), que o caso da agressão contra o jornalista Marivaldo Filho, ferido por policiais militares, será apurado pela corporação. “Em todo fato de desvio da conduta da PM, a corregedoria toma providências. Vamos antecipar no sentido de apurar o mais rápido possível. Primeiro, se instaura uma sindicância e, se configurar indícios de desvio de conduta, vamos instaurar processo administrativo disciplinar”, informou.

“Vamos apurar o fato com imparcialidade e transparência”, prometeu. Ele afirma que a PM ainda não pode afastar os policiais envolvidos antes da abertura oficial da investigação. “O policial só se afasta quando está respondendo o processo administrativo disciplinar. Se toda denúncia que chegar, tirar um policial da rua, imagina como ia ficar”, explica.

Notícias relacionadas