Cidade

Comerciários rejeitam tarifas de estacionamento e prometem mais protestos

Insatisfeitos com as cobranças de estacionamento nos shoppings de Salvador desde o último dia 22 de junho, os comerciários retomaram nesta segunda-feira (6), no Shopping da Bahia, as manifestações contra o pagamento. Amanhã o protesto acontece no Shopping Barra e, na quarta-feira, no Salvador Shopping, sempre a partir das 7h30. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Bárbara Gomes no dia 06 de Julho de 2015 ⋅ 15:28

Com início das cobranças de estacionamento em 22 de junho nos shoppings de Salvador, não foram só os clientes que se sentiram prejudicados. Os comerciários que passam um período maior, chegando a 8h por dia, não acham justo pagar para trabalhar. Com isso, a categoria tem se unido e realizado manifestações, como a desta segunda-feira (6) no Shopping da Bahia.
 
Na última sexta-feira (3), alguns shoppings anunciaram o valor a ser cobrado exclusivamente aos funcionários. O Salvador Shopping vai cobrar a tarifa mensalista no valor de R$ 150 para carros e R$100 para motos. Já o Barra informou o valor de R$ 135 para carros e R$ 90 motos. O Paralela vai cobrar um pouco menos: R$ 60 para ambos os veículos.

As tarifas, no entanto, não agradaram a categoria, que passou a ter despesas a mais para trabalhar. Os comerciários garantem que as manifestações vão continuar nos demais centros de compras da cidade. Nesta terça-feira (7), o protesto será no Shopping Barra e, na quarta-feira (8), no Salvador Shopping, sempre a partir das 7h30.

"Nossa proposta é pela isenção de taxa para os trabalhadores, em especial os comerciários. Vamos ocupar os shoppings da cidade”, garantiu Jaelson Dourado, presidente do Sindicato dos Comerciários de Salvador.

 

Notícias relacionadas