Cidade

Mário Kertész destaca centenário do jornalista Jorge Calmon

Mário Kertész comentou na Rádio Metrópole na manhã desta terça-feira (7), o centenário de nascimento do político e jornalista Jorge Calmon.

[Imagem not found]
Foto :

Por Juliana Almirante no dia 07 de Julho de 2015 ⋅ 09:52

Mário Kertész destacou, na Rádio Metrópole na manhã desta terça-feira (7), o centenário de nascimento do político e jornalista Jorge Calmon. Às 10h desta terça, está marcada uma missa solene para marcar a data. “Fomos próximos e fomos adversários políticos. Ele foi um adversário duro, quando o A Tarde tinha o poder não de construir, mas de destruir. (...}O fato de sermos bastante adversários não me permite chegar e dizer que não teve valor”, reconhece.

“É justíssimo que se reverencie. Eu convivi muito com ele, era um homem de valor sem dúvida, mas também tinha capacidade de destruir”, considerou Mário. Ele lembra que Calmon ocupou cargos como secretário de Estado e dirigiu A Tarde por muitos anos. “Durante o período que dirigiu o A Tarde fez com que fosse respeitado e temido. Era um jornal que tinha opinião firme e forte”, disse.

Notícias relacionadas