Cidade

Operação desarticula esquema que sonegou R$ 6,9 milhões em ICMS na Bahia

As secretarias da Fazenda e de Segurança Pública da Bahia, juntamente com o Ministério Público Estadual, deflagraram nesta quinta-feira (21), simultaneamente na Bahia e em São Paulo, a operação Grana Padano.

[Imagem not found]
Foto : DIvulgação/Polícia Civil

Por Stephanie Suerdieck no dia 21 de Maio de 2015 ⋅ 11:36

As secretarias da Fazenda e de Segurança Pública da Bahia, juntamente com o Ministério Público Estadual, deflagraram nesta quinta-feira (21), simultaneamente na Bahia e em São Paulo, a operação Grana Padano, de combate à sonegação fiscal em operações de fabricação e venda de laticínios. Foram cumpridos 10 mandados de prisão e 14 de busca e apreensão. A ação desarticulou grupo de oito empresas que acumulam um total de R$ 6,9 milhões em débitos de ICMS inscritos em dívida ativa. Esta é a primeira operação realizada como parte do plano de combate à sonegação e estímulo à regularização de dívidas tributárias, anunciado no mês passado pelo governador Rui Costa.

As investigações da Grana Padano apontaram indícios de formação de quadrilha, visando sonegação fiscal e blindagem de patrimônio pessoal, com utilização de laranjas, ou seja, a interposição fictícia de pessoas na constituição de empresas, além de emissão de notas fiscais inidôneas. As ações foram realizadas simultaneamente em Salvador, Lauro de Freitas e Belmonte, na Bahia, e, em São Paulo, na capital e no município de Atibaia.

Os resultados detalhados da operação serão apresentados pelos integrantes da força-tarefa, às 11h, na sede da Delegacia de Crimes Econômicos e contra a Administração Pública (Dececap), em Itapuã.

Notícias relacionadas