Cidade

Comando estadual de greve do IFBA diz que não concorda com decisões do reitor

[Imagem not found]
Foto : Reprodução / Google Street View

Por Stephanie Suerdieck no dia 07 de Julho de 2015 ⋅ 17:42

Após o reitor do Instituto Federal da Bahia (IFBA), Renato da Anunciação Filho, se pronunciar em participação na Rádio Metrópole, nesta terça-feira (7), e condenar a paralisação dos servidores das unidades de ensino, há quase três meses, o comando estadual de greve da categoria enviou nota de resposta ao reitor. Os grevistas informaram que estão há mais de 80 dias parados por falta de participação nas decisões tomadas pelo reitor, que, segundo eles, interferem na qualidade dos serviços oferecidos pela Instituição.

Anunciação disse que a greve é por causa da implantação do ponto eletrônico. Segundo o reitor, os servidores não querem bater ponto e desejam a redução da carga horária para 40 horas. Já o comando de greve informou que a portaria que trata desta questão e a que flexibiliza a jornada de trabalho para os Técnicos Administrativos em Educação, foram instituídas sem qualquer diálogo com a comunidade.

Em participação na Rádio Metrópole, o reitor declarou que o IFBA conseguiu uma liminar da Justiça Federal que considera a greve ilegal, mas ainda não foi publicada.

 

Notícias relacionadas