Cidade

Robson Conceição buscou o boxe para brigar no Carnaval de Salvador, afirma primo

Hoje medalhista de ouro, o boxeador baiano Robson Conceição, de 27 anos, buscou o esporte a princípio para brigar no Carnaval de Salvador. De acordo com informações de familiares, o atleta aprendeu os primeiros golpes em uma academia, no bairro de São Caetano, onde nasceu. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Istoé

Por Gabriel Nascimento no dia 17 de Agosto de 2016 ⋅ 11:53

Hoje medalhista de ouro, o boxeador baiano Robson Conceição, de 27 anos, buscou o esporte a princípio para brigar no Carnaval de Salvador. De acordo com informações de familiares, o atleta aprendeu os primeiros golpes em uma academia, no bairro de Boa Vista de São Caetano, onde nasceu. "Começou dessa forma. Nós temos um primo, que também é pugilista. Eles eram muito brigões, mas como Robson era mais inteligente, ele mudou", afirmou o primo Júnior Conceição, de 32 anos, ao Metro1.

Segundo o primo, apesar da antiga fama de "brigão" no Carnaval de Salvador, o boxeador soube dar a volta por cima com o esporte. "Ele teve orientação de uma parte, de outra, e viu que era mais proveitoso aprender o boxe realmente pensando no futuro. Ele veio se dedicando e chegou onde chegou", disse.

Já profissional, Robson, já conta com títulos importantes. Em 2008, participou dos Jogos Olímpicos de Pequim e, pouco tempo depois, em 2012, lutou em Londres, no entanto, perdeu na primeira luta em ambos os eventos. Atualmente, ocupa a quinta posição no ranking da Associação do Boxe Amador (AIBA), que comanda o boxe olímpico. É bicampeão Pan-Americano e levou a medalha de prata no Mundial do Cazaquistão, em 2013, e o bronze no Qatar, em 2015.

Notícias relacionadas