Cidade

Sobe para 45 mil o número de passageiros que usam metrô em Salvador

Apesar das melhorias, é comum encontrar um usuário que ainda tenha dúvida de como funciona a integração dos transportes. Ao Metro1, o gestor de Arrecadação da CCR Metrô Bahia, Júlio Freitas, afirmou que o procedimento é simples. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia no dia 22 de Agosto de 2016 ⋅ 13:11

Utilizado para ir ao trabalho, escola ou até mesmo para um passeio no final de semana, o metrô de Salvador teve um acréscimo de 20 mil novos passageiros após ampliar a integração entre o sistema metroviário e os ônibus municipais. Ao Metro1, o gestor de Arrecadação da CCR Metrô Bahia, Júlio Freitas, lembrou que nos dois últimos meses entraram no sistema as linhas do Terminal de Pirajá e Lapa, respectivamente. Para ele, o aumento expressivo pode ser explicado pela quantidade de bairros que esses terminais atendem.

"A gente está vendo um movimento grande de pessoas que passaram a utilizar o metrô, elas estão começando a experimentar. Esse processo deu um salto, relamente, praticamente dobrou o número de passageiros. Estamos, hoje, com o fluxo de 45 mil pessoas por dia. A gente percebe essa expansão constante dos passageiros, principalmente durante a semana e isso demonstra que o metrô está atraindo mais pessoas para esse transporte, que é confiável, seguro, rápido e confortável", disse.  

Dúvidas

Apesar das melhorias, é comum encontrar um usuário que ainda tenha dúvida de como funciona a integração dos transportes. O gestor afirmou que o procedimento é simples. "A tarifa do metrô é a mesma do ônibus, no valor de R$ 3,30. A pessoa não precisa mais de dois cartões para utilizar o sistema. Hoje, o passageiro que tiver o Salvador Card ou o cartão do metrô pode usar o transporte em qualquer estação. Nas 170 linhas que existem integradas ao metrô, a pessoa que utilizar um desses cartões, no prazo de 2 horas, paga somente uma tarifa. Nesse período você pega um ônibus, depois um metrô e é possível pegar ainda outro ônibus dessas linhas integradas", explicou.

Dentro dessas 170 linhas, as que saem da Lapa cobrem quase 90% das localidades de Salvador. É possível identificar o veículo que faz a integração através de um adesivo vermelho que fica no para-brisa dianteiro do ônibus. "Não precisa pegar esse ônibus no terminal, pode ser em qualquer ponto do intinerário pela cidade. São muitos bairros. Fazenda Grande tem linha, assim como Cana Brava, Subúrbio, Barra, Boca do Rio, Rio Vermelho, ou seja, praticamente a bacia toda atrás de Pirajá. As pessoas podem usar essas linhas alimentadoras, descer no terminal e seguir a viagem de metrô para descer em outro terminal e pegar o ônibus, no prazo de 2h", falou Júlio.   

Bilheterias e passagens

Júlio Freitas explicou também o horário de funcionamento das bilheterias e como as passagens podem ser adquiridas. Segundo ele, mais de 240 mil cartões de integração já foram entregues. "Todas as bilheterias do metrô funcionam de 5h até meia noite, de segunda a domingo. É possivel comprar o cartão avulso, que dá direito apenas a uma viagem, ou o cartão integração que é possível fazer a recarga. Na primeira carga, acima de R$ 5,00 - a pessoa tem o cartão de graça. A CCR ainda não aceita cartão, a compra é feita só em dinheiro. Temos três máquina de auto-atendimento na Lapa, que as pessoas podem fazer a recarga nos valores fixos de 5, 10 ou 20 reais, sem enfrentar filas. Estamos prevendo uma expansão dessas máquinas para as outras estações, para facilitar o uso por parte do usuário".

Obras

Hoje Salvador tem a linha 1, com oito estações funcionando de Pirajá até a Lapa. Ainda de acordo com a CCR, a obra da Linha 2 - que inicia no Acesso Norte - está 55% concluída. A previsão dessa operação, com as estações do Detran e Rodoviária, é para novembro deste ano. Já o trecho final, para chegar até Lauro de Freitas, deve ficar pronto no segundo semestre de 2017.

"As pessoas que forem usar a linha 1 e linha 2 não pagar nenhuma tarifa para passar de uma linha para outra. A integração será direta e não vai passar nem por bloqueio. A pessoa pode descer no Acesso Norte, pegar o outro trem que vai para o Aeroporto e nem catraca vai ter", finalizou.

Notícias relacionadas

[AI-5 é uma 'mancha na vida do Brasil', diz MK; ouça]
Cidade

AI-5 é uma 'mancha na vida do Brasil', diz MK; ouça

Por Metro1 no dia 13 de Dezembro de 2018 ⋅ 08:48 em Cidade

Aniversário de 50 anos do decreto que endureceu a ditadura militar foi um dos assuntos trazidos por Mário Kertész em comentário na Rádio Metrópole