Cidade

Estamos "deixando a desejar" no cuidado das águas e florestas, diz Giannetti

O programa Entre Páginas Especial desta terça-feira (23), realizado no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, recebeu o economista, professor e PHD em economia, Eduardo Giannetti. O escritor do livro"Trópicos Utópicos — uma perspectiva brasileira da crise civilizatória” falou sobre patrimônio ambiental. Para ele, o Brasil está "deixando a desejar" no cuidado das águas, florestas e recursos naturais. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Jessica Galvão no dia 23 de Agosto de 2016 ⋅ 18:54

O programa Entre Páginas Especial desta terça-feira (23), realizado no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, recebeu o economista, professor e PHD em economia, Eduardo Giannetti. O escritor do livro  "Trópicos Utópicos — uma perspectiva brasileira da crise civilizatória” falou sobre patrimônio ambiental. Para ele, o Brasil está "deixando a desejar" no cuidado das águas, florestas e recursos naturais. 

"A economia de planejamento central comunista da União Soviética tem um programa ambiental pior do que a capitalista. O desastre de Chernobyl foi na União Soviética. O Brasil tem um desafio extraordinário de valorização do nosso patrimônio ambiental, que é único no planeta. Estamos deixando a desejar no cuidado das nossas águas, florestas e recursos naturais. É um problema grave e político. Principalmente neste governo dito de esquerda que foi afastado agora. Não é numa polarização direita x esquerda que iremos resolver esse problema. Não há um 'sistemão' pronto que vai resolver esse problema. Temos que entender que o sistema de preços é cego no tocante à questão ambiental. É um problema da humanidade e o maior desafio do século XXI", disse.

Notícias relacionadas