Cidade

Investigados na Lava Jato aumentam de 54 para 364 em menos de um ano e meio

Um ano e cinco meses depois da abertura pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos inquéritos que iniciaram a Operação Lava Jato a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, 28 ações contra 54 réus passaram para 364 investigados, entre pessoas jurídicas e físicas, divididos em 81 processos. Dentre essas, 14 denúncias são relacionadas a 17 desses inquéritos, acusando 45 pessoas. O STF já recebeu e tramitou como ação penal três dessas denúncias. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : zReprodução/Fotos Públicas

Por Laura Lorenzo no dia 25 de Agosto de 2016 ⋅ 17:15

Um ano e cinco meses depois da abertura pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos inquéritos que iniciaram a Operação Lava Jato a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, 28 ações contra 54 réus passaram para 364 investigados, entre pessoas jurídicas e físicas, divididos em 81 processos. Dentre essas, 14 denúncias são relacionadas a 17 desses inquéritos, acusando 45 pessoas. O STF já recebeu e tramitou como ação penal três dessas denúncias. 

Ao todo, já foram enviados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao STF 1.337 manifestações ligadas à Lava Jato. 162 buscas e apreensões já foram efetuadas. O Supremo  já autorizou 147 quebras de sigilo fiscal, 168 de sigilo bancário, 121 de telefone, três quebras de sigilo telemático e duas de dados. Houve também 16 sequestros de bens e quatro de valores. 

O STF já validou 41 colaborações premiadas ligadas à Lava Jato, a maioria das quais com acusados soltos, contradizendo o que se diz sobre a efetuação de prisões pelo Ministério Público e Judiciário para conseguir fechar acordos.

A Lava Jato acumula, atualmente, R$ 70 milhões repatriados ao Brasil na esfera da Suprema Corte e um valor de R$ 659 milhões trazidos de volta ao país pela Operação com um todo. 

Notícias relacionadas