Cidade

"Discurso de Dilma não mudou votos de senadores" diz Paulo Bauer à Metrópole

"A presidente não acrescentou nenhum fato novo à sua defesa, ela apenas repetiu tudo que sua defesa havia apresentado antes. Nós não vimos e nem ouvimos manifestações de senadores dizendo que iam mudar seu voto depois da fala da presidente", disse o senador. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Marcos Oliveira/ Agência Senado

Por Milene Rios e Matheus Morais no dia 31 de Agosto de 2016 ⋅ 09:21

A favor do impeachment, o senador Paulo Bauer (PSDB-SC), disse, em entrevista à Rádio Metrópole, que a fala da presidente afastada Dilma Rousseff, na última segunda-feira (29), no Congresso, não convenceu aqueles que decidiram votar pela saída definitiva da petista. Segundo Bauer, é possível ainda, que mais de 54 senadores, número suficiente para a  definição do impeachment, decidam pela saída de Dilma. 

"Pelo que estamos ouvindo e pela conversa com vários senadores, eu penso que o número de votos necessários para o afastamento da presidente está assegurado. Tivemos números suficientes, com certeza. Nós hoje teremos um número superior aos 54 votos. Isso acontece porque na sessão que aconteceu na segunda-feira (29), a presidente não acrescentou nenhum fato novo à sua defesa. Ela apenas repetiu tudo que sua defesa havia apresentado antes. Nós não vimos e nem ouvimos manifestações de senadores dizendo que iam mudar seu voto depois da fala da presidente. E ontem, quando os senadores declararam seus votos, eu não ouvi nenhum senador se manifestando diferente. Lá pela 14h estaremos votando. Os 54 votos estarão contados", afirmou o senador. 

Notícias relacionadas