Cidade

“Fiquei o tempo todo consciente", lembra motorista que teve carro esmagado na BR

Elquesson Santana Passos, de 26 anos, define com muita clareza a última quarta-feira (31): “Renasci”. Ele seguia pela BR-324, próximo a Estação Bom Retiro, quando teve o carro esmagado por dois caminhões [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Gabriel Nascimento/Metropress

Por Bárbara Silveira e Gabriel Nascimento no dia 01 de Setembro de 2016 ⋅ 13:11

Elquesson Santana Passos, de 26 anos, define com muita clareza a última quarta-feira (31): “Renasci”. Ele seguia pela BR-324, próximo a Estação Bom Retiro, quando teve o carro esmagado por dois caminhões. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trânsito estava com retenção e o caminhão que vinha atrás não conseguiu parar a tempo e o veículo de Elquesson acabou sendo prensado. Apesar da gravidade do acidente, o motorista foi retirado das ferragens com apenas algumas escoriações e levado para o hospital da Bahia, onde segue internado. Na manhã dessa quinta-feira (1), o boletim médico mostrou que Elquesson teve politraumatismos, mas segue em bom estado de saúde.

Em conversa com o Metro1, ele lembrou o momento da colisão e disse que ficou consciente todo tempo. “Estava engarrafado. Quando eu já estava praticamente parado, veio uma carreta, não sei se em alta velocidade, ou se perdeu o freio, bateu no fundo do meu carro, me arrastou pra traseira do que estava na frente. Eu rodei, a carreta que estava no fundo tentou desviar, e aí me prensou na carga do caminhão da frente. Fiquei ali no meio. Prensado. Na hora que o caminhão bateu, eu por incrível que pareça, não me dei conta que era uma batida. Fiquei consciente o tempo todo. Fiquei parado pensando: ‘Bateram no meu carro, bateram em mim’. Vi meu braço sangrando, minhas pernas presas, painel no meu joelho. Bateu um desespero, só orando por Deus. Pedindo pra me livrar daquele momento”, recordou, ainda emocionado.

De acordo com o rapaz, que é estudante e faz bicos como instalador de som, um homem se aproximou do veículo e foi ai que ele pediu para que ligassem para o seu pai. “Dei o número, ele ligou, do tronco pra cima eu estava solto. Falei com meu pai, comuniquei a ele, a minha esposa. Pedi ajuda. No momento que eles estavam cortando [a ferragem] fiquei mais desesperado ainda. Eu estava agoniado pra sair dali. Eu entrava em desespero, acalmava, entrava em desespero. Quando eles conseguiram aliviar minha coluna e me esticar, eu fiquei mais tranquilo. Eu estava em formato de G.  Nunca tinha imaginado que isso poderia acontecer. Ave Maria, só tenho que agradecer a Deus. Foi ele ali totalmente”, comemorou. 

Família estava na missa no momento do acidente

Pai de Elquesson, Pedro Rocha Passos, de 56 anos, ainda sente um nó na garganta ao lembrar da cena que encontrou quando chegou no local da colisão. “Ele me ligou e disse: ‘Meu pai, sofri um acidente aqui na BR. Um caminhão bateu no fundo do meu carro. Tô preso nas ferragens’. Quando cheguei ao local, fiquei procurando o carro, quando vi o carro amassado entre as duas carretas. Dali foi rezar mesmo, pedir a Deus proteção. Os bombeiros trabalharam de modo excelente”, disse.

Confira a galeria de fotos do resgate

Com o estudante sem nenhum ferimento mais grave, a família, que estava em uma missa quando tudo aconteceu, comemora o renascimento. “Ele tá com vida, tranquilo. Todos os estímulos de perna, braços, tá conversando. Fica aquela coisa de agradecimento a Deus por mais uma oportunidade a ele. No momento do acidente eu tava na missa de Nossa Senhora do Resgate, que vou toda quarta. E a mão de Deus protegeu ele”, agradeceu.  

Resgate de “alta complexidade”
O Metro1 acompanhou o resgate e o estado de saúde do rapaz surpreendeu até mesmo os socorristas. Segundo o major do Corpo de Bombeiros, Ramon Dieggo, a retirada "foi de alta complexidade". "Tínhamos uma carga muito alta na frente do veículo. Ele ficou com o corpo todo preso. Tiramos primeiro a cabeça, o tronco, e a preocupação estava com os membros embaixo da estrutura do veículo [as pernas]. Conseguimos estabilizar a carga, fizemos a retirada com segurança. Ele saiu com vida, com segurança, escoriações leves. Vai ser avaliado por um médico", acrescentou.


Confira o vídeo do momento que o motorista é retirado das ferragens: 

 

Notícias relacionadas