Cidade

Setembro verde! Mês da conscientização sobre a doação de órgãos

Setembro é o mês da conscientização sobre a importância da doação de órgãos. O “Setembro Verde”, como é chamada a campanha, tem o objetivo de alertar para o baixo índice de doação de órgãos no país, devido ao grande volume de recusa familiar e o baixo número de notificações de morte encefálica. Nesta quarta-feira (7), uma jovem que conseguiu encontrar um doador compatível aproveitou para lançar, nas redes sociais, uma campanha em prol da doação de órgãos. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Stephanie Suerdieck no dia 07 de Setembro de 2016 ⋅ 11:41

Setembro é o mês da conscientização sobre a importância da doação de órgãos. O “Setembro Verde”, como é chamada a campanha, tem o objetivo de alertar para o baixo índice de doação de órgãos no país, devido ao grande volume de recusa familiar e o baixo número de notificações de morte encefálica. Além disso, a demanda de pessoas que aguardam na fila por um transplante é grande e ainda está longe de ser suprida.

Nesta quarta-feira (7), uma jovem que conseguiu encontrar recentemente um doador compatível aproveitou para lançar, nas redes sociais, uma campanha em prol da doação de órgãos. Na data de comemoração do seu aniversário, ela relatou que o seu grande presente foi a doação que recebeu no final do mês de agosto. “Hoje, dia 7 de Setembro, é o dia do meu aniversário. Esse ano meu presente foi muito especial. Na verdade, foi o melhor presente de minha vida. Ganhei com um pouco de antecedência, no dia 27/08/16, de uma pessoa que não conheço, mas que agora fará parte de mim para sempre. Ela me doou o seu fígado. E a sua família foi muito generosa em aceitar a doação num momento tão difícil. Serei eternamente grata por esse presente, porque ele representa a minha oportunidade de uma nova vida, com saúde e sonhos possíveis de serem realizados”.

Como receptora de um órgão proveniente de doação, ela ainda revelou que tem vontade de conhecer a família que lhe proporcionou realizar o tão esperado transplante. “Espero poder conhecer essa família algum dia para agradecer pelo meu presente e mostrar a eles o resultado deste gesto de amor. Poderão sentir a minha felicidade e saber que tomaram a decisão certa de dar continuidade à vida de alguém”, disse a jovem, que ainda fez um apelo para que mais pessoas abracem essa causa. “Muitos ainda aguardam por um transplante. E estão ansiosos na fila esperando por essa nova vida, assim como eu estive. Por vezes, até preocupados em dar tempo de tudo se resolver. Por isso, no meu aniversário de 11 dias de vida, neste Setembro Verde, peço que outras pessoas possam ganhar o mesmo presente que eu ganhei. Vamos juntos tentar aumentar as chances de sobrevivência dessas pessoas!”, finalizou.

 

 

Notícias relacionadas

[Médico infectologista Rodolfo Teixeira morre aos 89 anos]
Cidade

Médico infectologista Rodolfo Teixeira morre aos 89 anos

Por Matheus Simoni no dia 21 de Outubro de 2018 ⋅ 08:30 em Cidade

Professor Emérito da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e entusiasta da área de pesquisa, ele foi um idealizadores do Centro de Estudos Egas Mo...