Cidade

Coletivo "Tamo Juntas" realiza 4º mutirão de empoderamento neste sábado

O Coletivo Feminista "Tamo Juntas" realiza no próximo sábado (1) o "4º Mutirão da Lei Maria da Penha Para as Mulheres Lésbicas, Bissexuais e Trans". O evento tem como objetivo assistir de forma multidisciplinar as mulheres em situação de violência de gênero. O encontro acontece a partir das 8h30 Igreja Batista Nazareth, no bairro de Nazaré, em Salvador. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Adalton Silva/ Divulgação

Por Luiza Leão no dia 07 de Setembro de 2016 ⋅ 15:02

O Coletivo Feminista "Tamo Juntas" realiza no próximo sábado (1) o "4º Mutirão da Lei Maria da Penha Para as Mulheres Lésbicas, Bissexuais e Trans". O evento tem como objetivo assistir de forma multidisciplinar as mulheres em situação de violência de gênero. O encontro acontece a partir das 8h30 na Igreja Batista Nazareth, no bairro de Nazaré, em Salvador.

Haverá o debate sobre o enfrentamento e lutas no combate a LGBTfobia e uma mesa para analisar a efetividade da Lei Maria da Penha para as mulheres LBT com o olhar jurídico. O Coletivo Mães Pela Diversidade também estará presente. Ao final das atividades, no turno da tarde, será realizada uma sessão de limpeza de pele para todas as participantes e apresentação musical da cantora Luara Maciel, integrante do Coletivo Madás.

Já estão confirmadas para o evento a psicóloga trans Ariane Senna, a ativista LGBT Paulette Furacão, a integrante do Coletivo LesbiBahia Livia Ferreira, a professora e quilombola Joyce Cardoso, a organizadora da parada LGBT do Subúrbio Rosy Silva, a doutora pelo NEIM/UFBA Silvia Barbosa e a integrante da comissão da diversidade sexual da OAB/BA Fernanda Barreto.

O "Tamo Juntas" foi criado para dar auxílio jurídico gratuito às mulheres vítimas de violência por gênero. Além de advogadas, psicólogas e assistentes sociais dão apoio ao trabalho realizado pelo coletivo. Os mutirões de conscientização e empoderamento são abertos ao público e realizados todos os meses. Apesar de ser sediado em uma igreja, o Tamo Juntas não tem vínculo religioso.

Para mais informações, acesse a página do facebook e o site do coletivo Tamo Juntas.

Notícias relacionadas