Cidade

Justiça decreta prisão de professor acusado de estuprar aluna do Anchieta

A justiça decretou, nesta sexta-feira (9), a prisão do professor do Colégio Anchieta acusado de estuprar uma aluna quando ela tinha 12 anos. De acordo com publicação do Bocão News, apesar da prisão preventiva ter sido decretada, o mandado ainda não foi cumprido [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira no dia 09 de Setembro de 2016 ⋅ 14:08

A justiça decretou, nesta sexta-feira (9), a prisão do professor do Colégio Anchieta acusado de estuprar uma aluna quando ela tinha 12 anos. De acordo com o artigo 217 do Código Penal, conjunção carnal ou prática de ato libidinoso com menores de 14 anos é considerado crime de estupro de vulnerável. Após a realização da denúncia na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca), o Ministério Público da Bahia (MP-BA) passou a investigar o caso. 

Apesar da prisão preventiva ter sido decretada, o mandado ainda não foi cumprido. Procurado pelo Metro1, o Tribunal de Justiça da Bahia ainda não confirmou a decisão judicial. O Jornal da Metrópole mostrou o caso na edição de julho. A relação teria começado quando a adolescente tinha apenas 12 anos e teria vindo à tona após os pais da menina descobrirem e denunciarem o professor à polícia.

Notícias relacionadas