Cidade

Ibametro realiza fiscalização de produtos típicos dos carurus de setembro

Agentes do Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) realizaram, na manhã desta segunda-feira (12), a primeira etapa da Operação Cosme e Damião, que vai percorrer mercados e supermercados de Salvador. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Eló Corrêa/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 12 de Setembro de 2016 ⋅ 14:20

Agentes do Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) realizaram, na manhã desta segunda-feira (12), a primeira etapa da Operação Cosme e Damião, que vai percorrer mercados e supermercados de Salvador. O objetivo da ação é fiscalizar itens como quiabo, camarão seco, farinha, amendoim e castanha, além de farinha de mandioca, milho de pipoca e doces. A operação visa avaliar a qualidade dos produtos que fazem parte das comemorações e na culinária típica deste período, como o caruru.

De acordo com o órgão, a Operação Cosme e Damião também quer garantir que o consumidor não seja lesado e esteja pagando exatamente pelo que está levando para casa. Nos estabelecimentos comerciais, os fiscais do Ibametro vistoriam os chamados produtos pré-medidos, que são aqueles pesados sem a presença do consumidor. Para estes itens, é necessário estar identificada na embalagem a tara do recipiente e a quantidade líquida (efetiva) do produto.

Os fiscais ainda levam para o laboratório do órgão os produtos industrializados, que já chegam aos mercados embalados. Para estes, é necessário verificar se a quantidade indicada na embalagem corresponde ao conteúdo. Caso os produtos não estejam conforme a norma, o estabelecimento comercial é notificado e tem dez dias para apresentar defesa. O proprietário pode ser multado entre R$ 100 e R$ 1,5 milhão, de acordo com o grau de irregularidade, reincidência e outros fatores.

Acompanhando as fiscalizações nesta segunda (12), o diretor-geral do Ibametro, Luiz Freire, considerou importante que o consumidor esteja atento à embalagem dos produtos para não ser lesado. "Nosso intuito é proteger a população, o consumidor, e ajudar também a regular o mercado. O Ibametro faz um trabalho educativo, preventivo e presta orientações aos comerciantes e funcionários sobre como devem estar os produtos. Cada estabelecimento desse em que não é constatado nenhum tipo de irregularidade é uma forma de regular o mercado e manter um padrão de qualidade", disse.

Notícias relacionadas