Cidade

Faculdades privadas vão abrir mais de 2 mil vagas para medicina

O Ministério da Saúde e o Ministério da Educação anunciaram nesta sexta-feira (10) a abertura de 2.290 vagas distribuídas em 36 novos cursos de medicina de instituições privadas do país. [Leia mais]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Bárbara Silveira no dia 10 de Julho de 2015 ⋅ 17:22

O Ministério da Saúde e o Ministério da Educação anunciaram nesta sexta-feira (10) a abertura de 2.290 vagas distribuídas em 36 novos cursos de medicina de instituições privadas do país. O aumento faz parte do Programa Mais Médicos, que selecionou 39 municípios para o processo. De acordo com o governo, os cursos devem estar em funcionamento no período de três a 18 meses e serão monitorados pelo Ministério da Educação.

“Seguimos critérios técnicos e que obedecem às mesmas medidas que orientam a abertura de cursos na rede privada”, informou o professor e reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry de Holanda Campos. “É uma unificação que se tenta imprimir nesse processo de expansão, com o mesmo rigor e o mesmo processo de acompanhamento para ambos os segmentos, público e privado”, disse.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, classificou a mudança como um trabalho extremamente desafiador. “É uma mudança na lógica de abertura e cursos de medicina (...) Há, por parte do governo federal, dos estados e dos municípios, um compromisso de que essas vagas serão expandidas sem nenhum compromisso da qualidade", completou.

 

Notícias relacionadas