Cidade

PF deflagra operação na Bahia e em Minas para investigar fraudes no INSS

A terceira fase da Operação Nenhures foi deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (14). A ação tem como foco a desarticulação de uma quadrilha suspeita de cometer fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Reuters

Por Matheus Morais no dia 14 de Setembro de 2016 ⋅ 12:50

A terceira fase da Operação Nenhures foi deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (14). A ação tem como foco a desarticulação de uma quadrilha suspeita de cometer fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Foram cumpridos 10 mandados judiciais de prisão preventiva, 4 mandados judiciais de condução coercitiva e 12 mandados judiciais de busca e apreensão na cidade de Porto Seguro e nas cidades de Contagem, Palmópolis, Almenara e Betim, em Minas Gerais. 

As investigações constataram que o grupo realizava suposta falsificação de certidões de nascimento e óbito, além de documentos de identidade, com o objetivo de obter benefícios de pensão por morte. Segundo a Polícia Federal, a Previdência Social calculou que a quadrilha teria causado um prejuízo de mais de R$ 6 milhões em fraudes a benefícios previdenciários. Em relação a pagamentos futuros evitados, a economia aos cofres públicos chegaria a mais de R$ 10 milhões.

Notícias relacionadas