Cidade

PM ajuda em manifestação enquanto motorista sofre assalto em engarrafamento

Durante a manifestação ocorrida nesta quarta-feira (14) na região da Avenida Antônio Carlos Magalhães, diversos motoristas foram assaltados em meio ao engarrafamento formado na via. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Leitor Metro1

Por Matheus Simoni no dia 14 de Setembro de 2016 ⋅ 20:14

Durante a manifestação ocorrida nesta quarta-feira (14) na região da Avenida Antônio Carlos Magalhães, diversos motoristas foram assaltados em meio ao engarrafamento formado na via. O jornalista do Grupo Metrópole André Teixeira foi um deles e teve uma arma apontada para a cabeça enquanto estava parado por conta da manifestação. Dois homens em uma moto roubaram o seu celular e fugiram. Em relato, André conta que outras pessoas passaram pelo mesmo problema.

Em meio aos manifestantes, outros cidadãos acabaram tendo que adiar compromissos, como conta um deles, que preferiu não se identificar. "O agente da Transalvador estava aqui, mas foi embora. Eles disseram que eu não podia fazer nada, se tentasse sair daqui iria me multar. A polícia disse que não iria interferir. Já perdi um voo. O prejuízo vai ser meu", contou. No meio da manifestação, uma mulher grávida, identificada como Maria Amélia, e outras pessoas passaram mal e tiveram que receber a ajuda de policiais para serem retirados do local. 

Ao Metro1, a Polícia Militar afirmou que atuou intensivamente para coibir os assaltos durante o ato. "Uma guarnição da 35ª CIPM prendeu um indivíduo acusado de roubar motoristas durante a manifestação. O acusado quebrou o vidro do veículo da vítima, que estava parada no engarrafamento, e roubou uma bolsa, relógio, celular e o valor de R$ 210. A guarnição da 35ª CIPM conduziu o indivíduo até a Central de Flagrantes, juntamente com a vítima e todo material do roubo que foi recuperado", disse. Ainda segundo a PM, o efetivo acompanhou a negociação durante a manifestação, "como a polícia atua nesse tipo de evento para desbloquear as vias". 

 

Notícias relacionadas

[Universidade Católica de Salvador completa 57 anos ]
Cidade

Universidade Católica de Salvador completa 57 anos

Por Metro1 no dia 18 de Outubro de 2018 ⋅ 09:55 em Cidade

A instituição foi inaugurada pelo 1º Grão Chanceler, D. Augusto Álvaro Cardeal da Silva e teve como primeiro reitor o Monsenhor Eugênio de Andrade Veiga (1962-1979)