Cidade

Casal é morto a tiros em condomínio de classe média alta

Um casal foi encontrado morto a tiros, amordaçado, com as mãos amarradas e sinais de espancamento na própria residência na tarde do último domingo (25) no Loteamento Jardim Placafor, próximo a praia de Piatã, em Salvador. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Luiza Leão no dia 26 de Setembro de 2016 ⋅ 14:25

Um casal foi encontrado morto a tiros, amordaçado, com as mãos amarradas e sinais de espancamento na própria residência na tarde do último domingo (25) no Loteamento Jardim Placafor, próximo a praia de Piatã, em Salvador. O projetista industrial Renato Giffoni Habib, 58 anos, e sua esposa, Nélida Cristina Oliveira Habib, 55, moravam no local há 22 anos. 

O filho do casal Bruce Habib, 25, que também estava em casa, conseguiu fugir para pedir ajuda. Entretanto, os pais foram encontrados mortos. Renato estava com as duas mãos algemadas e tinha duas marcas de tiros na cabeça; Nélida foi encontrada na cozinha da residência, com as mãos amarradas com fita adesiva e um tiro na cabeça.

Na ação, foram roubados dois celulares e um revólver calibre 38, que pertencia a Renato.De acordo com informações preliminares divulgadas pela polícia, dois homens encapuzados invadiram o imóvel e perguntaram sobre a localização de drogas. 

O loteamento de classe média alta possui uma rua com três saídas, guarita e 126 residências. Na Rua Encontro das Árvores, próximo a casa onde o crime aconteceu, há uma câmera de segurança, mas as imagens, que podem ajudar a dar mais informações sobre o incidentes, ainda não foram obtidas.

O caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Duas delegadas visitaram o local na manhã desta segunda-feira (26). 

Notícias relacionadas