Cidade

Diretor do Detran defende redução de velocidade máxima em vias urbanas

Durante o Jornal da Cidade 2ª Edição desta segunda-feira (26), o diretor geral e fiscal do Detran, Lucio Gomes, falou à Mário Kertész sobre a importância da redução na velocidade máxima regulamentada nas vias urbanas da Bahia como medida para diminuir o número de acidentes. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação / Detran

Por Laura Lorenzo no dia 26 de Setembro de 2016 ⋅ 20:00

Durante o Jornal da Cidade 2ª Edição desta segunda-feira (26), o diretor geral e fiscal do Detran, Lucio Gomes, falou à Mário Kertész sobre a importância da redução na velocidade máxima regulamentada nas vias urbanas da Bahia como medida para diminuir o número de acidentes. "Eu estava discutindo com diversas autoridades de trânsito qual a medida efetiva para reduzir essas vítimas. Uma das proposições foi justamente reduzir a velocidade", disse.

De acordo com Gomes, a redução de velocidade não só aumenta o tempo de reação de um motorista numa situação de risco, como também as chances de sobreviventes em caso de acidentes. "Quando a pessoa é atropelada a 80 Km/h a chance de sobreviver é de menos de 20%. Quando essa velocidade diminui em 50% a possibilidade de vir a sobreviver é de mais de 80%, quase 85%. Então é efetivamente importante reduzir a velocidade", ressaltou o diretor. 

Entretanto, Gomes admitiu que essa é uma medida polêmica que não costuma agradar a população. "Existe uma resistência muito grande da população. É porque quando você diminui a velocidade das vias aumenta o número de autuações", disse ele. 

O diretor justificou a possível mudança com o caso que ocorreu em São Paulo, onde a velocidade máxima foi diminuída e os casos de acidentes também caíram. "Em São Paulo, por exemplo, a redução final no tempo de deslocamento foi de apenas 4 km/h, então existe efetivamente um ganho quando a gente reduz a velocidade", garantiu. 

Notícias relacionadas