Cidade

Plano de Ação Integrada atua no Festival da Primavera no Rio Vermelho

Durante o Festival da Primavera, que aconteceu no Rio Vermelho, nesse final de semana, em Salvador, agentes de fiscalização da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) apreenderam diversos materiais. Entres eles: 280 latas de cervejas, também 23 garrafas de vidro, 14 cadeiras de madeira, 7 mesas de madeira, além de 5 cadeiras brancas. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Camila Tíssia no dia 27 de Setembro de 2016 ⋅ 08:34

Durante o Festival da Primavera, que aconteceu no Rio Vermelho, nesse final de semana, em Salvador, agentes de fiscalização da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) apreenderam diversos materiais. Entres eles: 280 latas de cervejas, também 23 garrafas de vidro, 14 cadeiras de madeira, 7 mesas de madeira, além de 5 cadeiras brancas.

A ação faz parte da Operação PAI (Plano de Ação Integrada), que tem o objetivo de garantir o ordenamento do comércio e a segurança de moradores e frequentadores do local, segundo o órgão. "Prtendenmos coibindo práticas irregulares como venda de bebidas e alimentos sem licença, poluição sonora causada pelo uso abusivo do som automotivo e estacionamento em locais proibidos", afirma a prefeitura.

Todo o material foi levado para o Setor de Guarda e Bens (Segub), localizado na Avenida San Martin, ao lado do Colégio Luiz Eduardo Magalhães. Para a retirada dos itens apreendidos o proprietário tem até 60 dias para comparecer ao setor com o lacre, entregue no ato da apreensão, e realizar o pagamento de multa.

A Operação PAI acontece desde 2013 em toda a Salvador. De acordo com o coordenador do Setor de Apreensão da Semop, Sandoval Lima, a ação ocorreu novamente no Rio Vermelho depois que moradores do bairro apresentaram denúncias contra a sujeira através do site www.falasalvador.ba.gov.br e pelo telefone 156.

Notícias relacionadas