Cidade

Lojistas entrarão na Justiça contra cobrança de estacionamento em Salvador

Comerciantes dos shoppings da capital baiana estão insatisfeitos com a cobrança de estacionamento para os clientes que teve início no último dia 22 de junho. Conforme dados da Federação do Comércio do Estado da Bahia (Fecomércio-BA) a baixa no movimento chega a 50% em alguns estabelecimentos. O problema se agravou ainda mais por conta da redução de 30% nos negócios motivados pela crise econômica. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 13 de Julho de 2015 ⋅ 10:42

Comerciantes dos shoppings da capital baiana estão insatisfeitos com a cobrança de estacionamento para os clientes que teve início no último dia 22 de junho. Segundo dados da Federação do Comércio do Estado da Bahia (Fecomércio-BA), a baixa no movimento chega a 50% em alguns estabelecimentos. O problema se agravou ainda mais por conta da redução de 30% nos negócios motivados pela crise econômica.

De acordo com matéria do A Tarde, a Associação dos Lojistas (Alospa) do Shopping Paralela, em Salvador, entrará na Justiça contra o empreendimento “alegando quebra de contrato e propaganda enganosa, exigindo indenização pelos prejuízos”. O presidente da Alospa, informou que enfrentou queda de 40% nas vendas de sua loja desde o início da cobrança. O presidente da Fecomércio disse que

“Os donos das lojas se questionam porque a medida, que foi adiada por anos na cidade à espera de uma decisão judicial à espera de uma decisão judicial, acabou sendo adotada justamente num momento já tão sofrível para o comércio”. Com o objetivo de resgatar o movimento, algumas lojas “pagam” o estacionamento dos clientes em promoções.

O presidente da Associação Brasileira dos Shopping Centers, Edilson Piaggio, afirmou que a categoria está aberta a sugestões e discussões sobre a resposta dos baianos à cobrança. “Nem hospitais, nem a rodoviária, nem o aeroporto deixaram de cobrar pelo estacionamento por conta da crise e os shoppings não podem ser discriminados em relação aos outros equipamentos”, justificou à publicação.

Notícias relacionadas

[Aeroporto de Salvador recebe segunda etapa de requalificações]
Cidade

Aeroporto de Salvador recebe segunda etapa de requalificações

Por Matheus Simoni no dia 12 de Dezembro de 2018 ⋅ 12:20 em Cidade

As adequações na infraestrutura são necessárias para a instalação da nova Central de Água Gelada (CAG), com maior capacidade de resfriamento e previsão para começar a ope...