Cidade

Florence rebate Lúcio e ameniza perdas do PT: "Desempenho bastante razoável"

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Afonso Florence, analisou as eleições municipais e o reposicionamento do seu partido no cenário nacional. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Matheus Morais e Milene Rios no dia 03 de Outubro de 2016 ⋅ 08:13

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Afonso Florence, analisou as eleições municipais e o reposicionamento do seu partido no cenário nacional. Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã  desta segunda-feira (3), o petista rebateu as declarações do também deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) que afirmou foi o "grande vitorioso das eleições". "Os números são nítidos, não podemos querer negar. Claro que uma coisa é um resultado eleitoral e outra coisa é um resultado político. O deputado Lúcio diz que o PMDB é o vitorioso, mas ele não considera a derrota do Rio e a de São Paulo. A do Rio é massacrante e em São Paulo, Marta, que despontava nas pesquisas, foi derrotada", ressaltou.

"Obviamente, o PT sofre um reposicionamento, mas do ponto de vista político, considerando o ambiente da Lava Jato, do impeachment, que pra nós é golpe, com todo respeito a quem pensa diferente, nós quase fomos ao segundo turno em São Pulo. Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, tivemos um grane desempenho. Cidades de porte médio ganhamos umas e perdemos outras", analisou. 

Para Florence, o desempenho da base do governador Rui Costa foi bastante razoável. "Perdeu em algumas cidades e ganhou outras. Acho que nós temos que decantar esse resultado. Mas não posso negar que há um reposicionamento do PT no cenário nacional", completou.

Notícias relacionadas