Cidade

Fórum debate planejamento de Salvador com especialistas internacionais

Acontece na manhã desta terça-feira (14) no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), o fórum internacional do Plano Salvador 500. Lançado em maio de 2014, pela prefeitura municipal, o plano tem como principal objetivo discutir a respeito do planejamento e desenvolvimento da cidade. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Juliana Almirante/ Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 14 de Julho de 2015 ⋅ 10:46

Acontece na manhã desta terça-feira (14) no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), o fórum internacional do Plano Salvador 500. Lançado em maio de 2014 pela Prefeitura, o plano tem como principal objetivo discutir a respeito do planejamento e desenvolvimento da cidade.

Um dos especialistas internacionais que palestram no evento é Andrew Boraine, que fez parte do grupo que trabalhou na redução da violência urbana e no crescimento do desenvolvimento na Cidade do Cabo, na África do Sul. “São experiências que podem ser replicadas ou compartimentadas com Salvador. A Cidade do Cabo não era a principal cidade daquele país e, com estudos e muito trabalho na área de planejamento urbano, conseguiu se tornar um dos principais destinos turísticos do mundo, elevando o nível de emprego e de renda. E são essas experiências que no evento de hoje a gente pretende colher”, explica o secretário Municipal de Urbanismo e coordenador do plano Silvio Pinheiro.

Pinheiro falou sobre os principais desafios para evitar uma nova judicialização do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo do Município de Salvador (Louos). “Uma nova judicialização, na nossa análise, seria totalmente descabível. Os dois fundamentos utilizados para judicializar foram a falta de participação social e a falta de estudos técnicos nesse trabalho da Prefeitura de Salvador. Atualmente isso tem sido sanado. Todos os eventos têm sido públicos, e nós já estamos na segunda fase de eventos”, disse.

Notícias relacionadas