Cidade

Geddel Vieira Lima calcula 350 votos favoráveis à PEC do teto dos gastos

Em conversa com a imprensa, após participar de um jantar no Palácio da Alvorada, oferecido pelo presidente da República, Michel Temer, para mais de 200 deputados de partidos que integram a base aliada, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), estimou na noite deste domingo (9) que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o aumento dos gastos públicos deverá ser aprovada na Câmara dos Deputados com o apoio de mais de 350 parlamentares.

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 10 de Outubro de 2016 ⋅ 07:27

Em conversa com a imprensa, após participar de um jantar no Palácio da Alvorada, oferecido pelo presidente da República, Michel Temer, para mais de 200 deputados de partidos que integram a base aliada, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), estimou na noite deste domingo (9) que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o aumento dos gastos públicos deverá ser aprovada na Câmara dos Deputados com o apoio de mais de 350 parlamentares.

"Foi uma presença expressiva [no jantar] se você considerar um domingo à noite. A partir de amanhã [segunda, 10], vamos estar com o quórum absolutamente significativo para uma aprovação importante dessa matéria. Eu não sei quantos [votos a proposta receberá], essa história de contar votos é com o [Eliseu] Padilha [ministro da Casa Civil], mas acho que vamos passar dos 350 votos", disse Geddel Vieira Lima ao deixar o Palácio da Alvorada.
 
Segundo Geddel, no jantar deste domingo, o presidente Michel Temer fez um discurso em tom de "agradecimento ao apoio que foi dado" pelos parlamentares. "[O presidente] reafirmou a importância para o país de termos uma aprovação expressiva dessa matéria [teto para o aumento de gastos] entre amanhã [segunda, 10] e depois [terça, 11]. Saímos [do jantar] todos convencidos que esse encontro foi importante e o resultado vai ser muito bom para o país", acrescentou o ministro da articulação política.

Notícias relacionadas