Cidade

Ipac reabre Praça das Artes e mais três estacionamentos nesta terça-feira

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) anunciou por meio de nota enviada à imprensa, nesta segunda-feira (10), que vai reabrir nesta terça-feira (11) a Praça das Artes e três estacionamentos. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Lazaro Menezes e Lucas Rosário/ Ascom Ipac

Por Matheus Morais no dia 10 de Outubro de 2016 ⋅ 11:24

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) anunciou por meio de nota enviada à imprensa, nesta segunda-feira (10), que vai reabrir nesta terça-feira (11) a Praça das Artes e três estacionamentos. A reabertura da praça será às 15h e vai contar com uma programação artística e educativa. Já na sexta-feira (14), serão reabertos, simultaneamente, três estacionamentos, ampliando a oferta de vagas da região para 296 automóveis e 60 motos.

O primeiro fica abaixo da Praça das Artes - entre Baixa dos Sapateiros e Rua Gregório de Mattos. O segundo, abaixo do Largo Pedro Archanjo, com entrada pela Rua Inácio Accioly. O terceiro, no subsolo do Largo Jubiabá, localizado na Rua do Passo, próximo à Ladeira do Carmo, ao Largo do Pelourinho e à Baixa dos Sapateiros.

Segundo o Ipac, haverá uma exibição de vídeos do Laboratório de Educação Digital da Diretoria de Museus (Dimus) do Ipac e apresentação itinerante da Fanfarra do Colégio Estadual Azevedo Fernandes, além de performances da Orquestra Museofônica – Afoxé Agogô de Lata, com participação especial do Balé Jovem e da Escola Olodum. Às 18h, marcando a campanha ‘Outubro Rosa', o Ipac inaugura a iluminação cênica de casarões, árvores e jardins da Praça das Artes, com luz em diversas tonalidades de rosa.

Segundo o Ipac, foram realizados os serviços de retirada de lixo e entulho, limpeza e lavagem de pisos, escadas e paredes, retelhamentos, retenção de vazamentos e infiltrações, além de religações elétricas, recapeamentos de pisos e paredes, fixação de cercamentos e grades, entre outros serviços na praça e nas três áreas de estacionamentos de propriedade do Estado. 

Ainda segundo o Ipac, a manutenção será obrigação contratual da empresa cessionária dos serviços à população e vai acontecer no decorrer dos próximos meses. Segundo ainda o diretor, prioriza-se, assim, a abertura, mas os serviços de melhoria continuarão. O Ipac quer que a nova administração dos estacionamentos pratique preços legais e acessíveis à população. A ideia inicial é de que a primeira hora tenha custo de apenas R$ 7.

Dentro de um novo modelo de gestão, um novo vetor do CHS será atendido. Após a retirada de mais de quatro toneladas de materiais e entulho, o estacionamento abaixo do Largo Jubiabá será reaberto, atendendo com oferta de vagas a um importante vetor de ocupação do CHS - Carmo, Taboão e Santo Antônio. 

Notícias relacionadas