Cidade

Governo estuda possibilidade de compra de um novo ferry, diz secretário

O secretário estadual de Infraestrutura (Seinfra), Marcos Cavalcanti, falou nesta quinta-feira (20), em entrevista ao Metro1, sobre a situação do ferryboat Zumbi dos Palmares, parado há cerca de três meses - assunto comentado no Jornal da Metrópole. Segundo o secretário, a embarcação está passando por vistoria exigida por lei. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Jessica Galvão e Matheus Morais no dia 20 de Outubro de 2016 ⋅ 16:16

O secretário estadual de Infraestrutura (Seinfra), Marcos Cavalcanti, falou nesta quinta-feira (20), em entrevista ao Metro1, sobre a situação do ferryboat Zumbi dos Palmares, parado há cerca de três meses - assunto comentado no Jornal da Metrópole. Segundo o secretário, a embarcação está passando por vistoria exigida por lei. 

"O Zumbi dos Palmares e todos os ferries têm por obrigação passar por vistorias. Qualquer embarcação só navega quando tem um laudo de uma empresa chamada Certificadoras. São empresas credenciadas pela Marinha que emite um laudo permitindo que a embarcação navegue. É previsto, inclusive no contrato de concessão, que a cada dois anos as embarcações passem por revisões. Elas são docadas para ser feito inspeção de raio-x na chapa e, com isso, são feitos os serviços necessários. O Zumbi e o Caymmi estão programados para isso. Houve um atraso, inclusive houve um acidente fatal de um operário que trabalhava na base naval, no conserto do Zumbi. O Zumbi deve estar saindo de navegação e a Internacional Travessias está pleiteando ao classificador que prorrogue, e isso é possível, ele pode prorrogar até esse prazo em dois anos, para que ele só faça a docagem do Dorival Caymmi após o período do verão. A previsão era que nós docassemos esse dois barcos antes do verão. Um está sendo docado agora e o outro vai ser docado após a temporada de verão", disse.

Na ocasião, o secretário disse também que está estudando a possibilidade de um novo ferry. "Nós estamos nos estudos que envolve isso, a previsão da troca da embarcação. Temos uma dificuldade na captação de recursos que envolva esse financiamento. A opção do governo comprar nesse momento, estamos atrás de uma forma de financiar a compra dessa embarcação, ou que essa compra seja feita através da concessionária, em um investimento disso. A dificuldade que nós temos é alocar o financiamento para a compra de uma embarcação desse porte", falou Cavalcanti.

Notícias relacionadas

[Othon Bahia demitirá 240 funcionários ]
Cidade

Othon Bahia demitirá 240 funcionários 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 12:00 em Cidade

Além das unidades da Bahia e Minas Gerais, o grupo deve fechar as dependências no Rio de Janeiro

[Áreas nobres de Salvador ficam sem água nesta terça ]
Cidade

Áreas nobres de Salvador ficam sem água nesta terça 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 07:20 em Cidade

De acordo com a Embasa, a medida será tomada para a manutenção periódica e lavagem em equipamentos do reservatório que fica no bairro da Federação