Cidade

Adolfo Viana acusa Marcell Moraes de estar desinformado sobre vaquejadas

O deputado Adolfo Viana (PSDB), presente no debate sobre a polêmica que envolve a proibição da vaquejada, realizado na Rádio Metrópole, durante o Jornal da Cidade 2ª Edição desta quinta-feira (20), afirmou que a vaquejada moderna não causa maus tratos aos animais. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Vaquejada de Serrinha/Divulgação

Por Luiza Leão no dia 20 de Outubro de 2016 ⋅ 17:41

O deputado Adolfo Viana (PSDB), presente no debate sobre a polêmica que envolve a proibição da vaquejada, realizado na Rádio Metrópole, durante o Jornal da Cidade 2ª Edição desta quinta-feira (20), afirmou que a vaquejada moderna não causa maus tratos aos animais. De acordo com Viana, nas novas regras, foram completamente proibidos os usos das esporas e chicotes. O protetor de cauda é utilizado e no início da vaquejada há um plantão veterinário, que permanece durante todo o evento. "Ela tem toda uma prevenção com relação aos maus tratos de animais", garantiu. 

Na ocasião, ele criticou o deputado Marcel Moraes, também presente no debate. "Você precisa ter propriedade para falar do assunto, você nem frequenta as vaquejadas", disse. Segundo ele, Moraes está "ultrapassado com relação ao esporte". "Ele está com uma visão antiga. A vaquejada moderna não é a mesma que usa espora e chicote. Ela não maltrata os animais", garantiu. "O deputado só pode falar a verdade, eles não pode deturpar os fatos". 

Para defender sua visão, o deputado Adolfo Viana usou como exemplo grandes vaquejadas realizadas na Bahia, como a de Serrinha e Inhampube, em que mil inscrições de animais foram feitas em cada uma, mas nenhum dos bichos foram lesionados. 

Notícias relacionadas