Cidade

Prefeitura bloqueia ruas que têm casas com suspeitas de Dengue

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), vinculado à Prefeitura de Salvador, realizou nesta quarta-feira (15) mais uma ação de bloqueio e combate aos mosquitos aedes aegypti e aedes albopictus, transmissores da Dengue e da Chikungunya. Os bairros da ação foram IAPI, Caixa D'Água e Liberdade, com agentes distribuidos em sete equipes. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ Agecom

Por Bárbara Gomes no dia 15 de Julho de 2015 ⋅ 14:56

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), vinculado à Prefeitura de Salvador, realizou nesta quarta-feira (15) mais uma ação de bloqueio e combate aos mosquitos aedes aegypti e aedes albopictus, transmissores da Dengue e da Chikungunya. Os bairros da ação foram IAPI, Caixa D'Água e Liberdade, com agentes distribuidos em sete equipes.
 
A Rua Manoel Drummond no bairro da Caixa D'Água foi bloqueada pelos agentes, pois nesta rua ocorreram alguns casos suspeitos de Dengue e Chikungunya. O supervisor do CCZ, Emerson dos Santos, explicou que quando há registros ou suspeitas de casos em uma região, os agentes realizam o bloqueio. “A ação de combate ao mosquito ocorre de forma periódica, com a visita constante dos agentes de endemias a residências, escolas e terrenos abandonados. Quando ocorrem casos suspeitos, precisamos realizar o bloqueio da localidade", disse.
 
Ele informou ainda que o primeiro passo do bloqueio é identificar a residência de quem deu entrada no hospital ou posto de saúde com suspeita de uma das doenças. Depois, os agentes percorrem um raio de 30 metros a 60 metros do local, aplicando o inseticida, de maneira como era feita com o “fumacê”.

Notícias relacionadas