Cidade

Secretário da Sucom e diretor do Detran trocam farpas após realização de evento

Na manhã deste domingo (24), a Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) autuou a produtora Dois Mais Um Produções Artísticas pelarealização de o evento "Maio Amarelo" para o Departamento Nacional de Trânsito (Detran - Ba), no bairro da Barra. De acordo com o órgão, o evento não foi licenciado pela Secretaria, ocupando uma área destinada ao público. O evento contou com distribuição de material educativo e realização de oficinas pedagógicas com o objetivo de educar a população e alertar quanto ao crescimento no número de mortes no trânsito. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/Detran

Por Matheus Simoni no dia 24 de Maio de 2015 ⋅ 18:38

Na manhã deste domingo (24), a Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) autuou a produtora Dois Mais Um Produções Artísticas pela  realização de o evento "Maio Amarelo" para o Departamento Nacional de Trânsito (Detran - Ba), no bairro da Barra. De acordo com o órgão, o evento não foi licenciado pela Secretaria, ocupando uma área destinada ao público. O evento contou com distribuição de material educativo e realização de oficinas pedagógicas com o objetivo de educar a população e alertar quanto ao crescimento no número de mortes no trânsito.

O caso gerou uma troca de farpas entre o secretário da pasta, Silvio Pinheiro, e o diretor-geral do Detran, Maurício Bacelar. Pinheiro afirmou ser um contra-senso a realização de uma atividade irregular por uma instituição  integrante do sistema social. "É um absurdo um órgão público desrespeitar as normas, manter carros estacionados em local irregular e ainda atrapalhar o lazer de um dos cartões postais mais importantes da cidade", disse ele. 

Segundo o diretor, a prefeitura "partidarizou" suas ações contra o Detran."Causou estranheza a manifestação da Sucom, na tentativa de punir o evento, que não criou nenhum tipo de problema para as pessoas que estavam na Barra, já que utilizamos uma estrutura móvel. As famílias entenderam a nossa mensagem pela paz no trânsito e participaram das atividades. Faltou bom senso ao órgão municipal, que, chamado pelo Detran a aderir ao movimento que luta para reduzir os acidentes, recusou", declarou ele.  

Notícias relacionadas