Cidade

Rodoviários de 15 cidades baianas entram em greve terça; Salvador não adere

[Imagem not found]
Foto :

Por Matheus Simoni no dia 04 de Maio de 2015 ⋅ 17:03

Nesta terça-feira (5), 15 cidades baianas vão amanhecer sem ônibus. A paralisação dos rodoviários cobra do sindicato dos patrões um reajuste salarial de 20%, tíquete-alimentação de R$ 20, plano médico e odontológicos pagos integralmente pelos empresários, cesta-básica no valor de R$ 300, participação nos lucros e resultados, adicional de insalubridade, fim da dupla função para os motoristas de micro-ônibus e passe livre para rodoviários ativos e aposentados. 

Em conversa com o Metro1 na última semana, o Sindicato dos Rodoviários da Bahia afirmou que não conseguiu avançar nas conversas com os patrões e a categoria pode aprovar o estado de greve no próximo dia 7, nesta quinta-feira. Caso as negociações não avancem, a greve pode ser concretizada. 

A partir de 00h01 de terça-feira, os ônibus das seguintes cidades vão parar por 24h: Camaçari, Entre Rios, Mata de São João, São Sebastião do Passé, São Francisco do Conde, Esplanada, Campo Formoso, Jacobina, Alagoinhas, Simões Filho, Candeias, Dias D'Ávila, Catu, Pojuca e Lauro de Freitas. A decisão foi tomada em assembleia realizada no último dia 23 de abril, entre as entidades sindicais Sindrod/BA, Sindmetro, Sindinter e Sindfretur. 

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações (Agerba) convocou o Sindicato dos Rodoviários da Bahia para negociar. A direção do Sindicato e representantes de cada segmento se reuniram nesta tarde de segunda-feira (4) na sede do órgão, no CAB, 4ª Avenida.

Notícias relacionadas