Cidade

Marcelo Nilo diz que deputados querem mais funcionários comissionados

Não bastasse o aumento de 18% da verba para gabinete dos deputados estaduais, o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), informou nesta segunda-feira (25) que os parlamentares têm pedido o aumento do número de cargos comissionados. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Gomes no dia 25 de Maio de 2015 ⋅ 16:45

Não bastasse o aumento de 18% da verba para gabinete dos deputados estaduais, o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), informou nesta segunda-feira (25) que os parlamentares têm pedido o aumento do número de cargos comissionados. Os deputados alegam evitar salários muito altos para os funcionários. Mas o argumento usado para solicitar a atual verba de gabinete foi justamente a disponibilidade de maiores recursos para elevar o salário dos trabalhadores. Coforme regras da Alba, cada parlamentar pode ter, no máximo, 26 comissionados.

Com a verba atual de R$ 92 mil mensais, o valor médio de cada funcionário, dividido por igual, ficaria em R$ 3,5 mil. Mas os deputados podem definir quanto cada um receberá, havendo valores desproporcionais. Marcelo NIlo disse que ainda não há nada definido, mas que estão analisando a possibilidade. "Estamos querendo suprir uma necessidade", disse o presidente em entrevista ao site Bahia Notícias. NIlo informou ainda, que o reajuste dos comissionados já foi realizado.

Notícias relacionadas

[Universidade Católica de Salvador completa 57 anos ]
Cidade

Universidade Católica de Salvador completa 57 anos

Por Metro1 no dia 18 de Outubro de 2018 ⋅ 09:55 em Cidade

A instituição foi inaugurada pelo 1º Grão Chanceler, D. Augusto Álvaro Cardeal da Silva e teve como primeiro reitor o Monsenhor Eugênio de Andrade Veiga (1962-1979)