Cidade

Um ano após reinauguração, Plano Inclinado Gonçalves terá uma nova reforma

Apesar de constar em qualquer guia turístico de Salvador e de ser, segundo a Prefeitura, um dos meios de transporte da cidade, o Plano Inclinado Gonçalves, construído no final do século 19 para ligar o Pelourinho ao Comércio, tem deixado baianos e turistas na mão há um bom tempo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira no dia 26 de Julho de 2015 ⋅ 14:30

Apesar de constar em qualquer guia turístico de Salvador e de ser, segundo a Prefeitura, um dos meios de transporte da cidade, o Plano Inclinado Gonçalves, construído no final do século 19 para ligar o Pelourinho ao Comércio, tem deixado baianos e turistas na mão há um bom tempo. Em estado precário, o chariot teve sua paralisação definitiva determinada em 2011, após um curto-circuito. Depois de dois anos e oito meses fechado, uma reforma que custou R$ 2,5 milhões restaurou todas as peças, além dos bondes, na gestão do então secretário José Carlos Aleluia.

As perspectivas eram otimistas, mas a realidade foi bem diferente. Desde que foi reinaugurado, em fevereiro de 2014, o ascensor já parou outras seis vezes — uma delas por mais de dois meses —, sempre pelo mesmo motivo: o motor secular que apresentava problema e precisava ser enviado ao Rio de Janeiro para que o conserto fosse feito. Após inúmeras idas e vindas, o secretário de mobilidade de Salvador, Fábio Mota, anunciou que o Plano Inclinado Gonçalves será modernizado. Será que finalmente a agonia acaba ou vamos gastar mais dinheiro para passar pelos mesmos problemas?

Semob aposta em automatização
De acordo com Fábio Mota, com a mudança, o equipamento voltará a funcionar plenamente, sem deixar a população na mão. “Nós estamos licitando para automatizá-lo. Vocês acompanharam desde o início, e os motores são do século passado. Você conserta hoje, e quebra amanhã. Então, nós vamos fazer com o Gonçalves o mesmo que fizemos com o Plano Inclinado da Liberdade. Fizemos uma automação, e o da Liberdade, a partir disso, funciona sem interrupção. Lançamos um edital de licitação para fazer a automatização do sistema”, adiantou.

Licitação ainda sem prazo

De acordo com Fábio Mota, com a mudança, o equipamento voltará a funcionar plenamente, sem deixar a população na mão. “Nós estamos licitando para automatizá-lo. Vocês acompanharam desde o início, e os motores são do século passado. Você conserta hoje, e quebra amanhã. Então, nós vamos fazer com o Gonçalves o mesmo que fizemos com o Plano Inclinado da Liberdade. Fizemos uma automação, e o da Liberdade, a partir disso, funciona sem interrupção. Lançamos um edital de licitação para fazer a automatização do sistema”, adiantou.

Elevador Lacerda segue capenga
Se por enquanto está difícil conseguir realizar a subida ou descida por meio do Gonçalves, é certo conseguir fazer o trajeto pelo Elevador Lacerda, não é? Nem tanto. O equipamento também tem apresentado problemas e, desde a última sexta-feira (17), opera com somente duas das suas quatro cabines. “Na propaganda tudo é lindo! Plano Inclinado fechado e Elevador Lacerda funcionando com apenas uma cabine”, reclamou o leitor Usbira.

Notícias relacionadas