Cidade

Sucom rebate críticas sobre a derrubada de casarões no Comércio

A Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) rebateu as críticas sobre a demolição de casarões tombados pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), após as fortes chuvas que causaram desmoronamentos no local. "Após as avaliações, laudos técnicos foram enviados ao Iphan, que autorizou as demolições por se tratarem de muros, casas e fachadas de antigas edificações arruinadas. Segundo o próprio Iphan, remanescentes de fachadas que não possuíam mais valores individuais ou de conjunto que justificassem sua preservação", disse em nota. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Leitor Metro1

Por Bárbara Silveira no dia 26 de Maio de 2015 ⋅ 10:47

A Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) rebateu as críticas sobre a demolição de casarões tombados pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), após as fortes chuvas que causaram desmoronamentos no local. "Após as avaliações, laudos técnicos foram enviados ao Iphan, que autorizou as demolições por se tratarem de muros, casas e fachadas de antigas edificações arruinadas. Segundo o próprio Iphan, remanescentes de fachadas que não possuíam mais valores individuais ou de conjunto que justificassem sua preservação", disse em nota. 

Ainda segundo a Sucom, todos os imóveis já haviam sido condenados pela Codesal há anos. "A Sucom ressalta que a demolição é sempre a última ação a ser feita, porque, além de dispendiosas aos cofres municipais, elas só são realizadas quando os imóveis e as estruturas correm risco de desabar", explicou.

Notícias relacionadas

[Othon Bahia demitirá 240 funcionários ]
Cidade

Othon Bahia demitirá 240 funcionários 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 12:00 em Cidade

Além das unidades da Bahia e Minas Gerais, o grupo deve fechar as dependências no Rio de Janeiro

[Áreas nobres de Salvador ficam sem água nesta terça ]
Cidade

Áreas nobres de Salvador ficam sem água nesta terça 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 07:20 em Cidade

De acordo com a Embasa, a medida será tomada para a manutenção periódica e lavagem em equipamentos do reservatório que fica no bairro da Federação