Cidade

Sucom afirma que pedras portuguesas podem voltar ao Beco do França

Após a repercussão sobre a polêmica requalificação do bairro do Rio Vermelho, feita pela Prefeitura de Salvador no Beco do França, o secretário municipal de Urbanismo, Silvio Pinheiro, entrou em contato com a Metrópole e afirmou que a pasta vai reavaliar a intervenção no local. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :Tiago Nery/Rio Vermelho em Ação

Por Matheus Simoni no dia 30 de Julho de 2015 ⋅ 14:17

Após a repercussão sobre a polêmica requalificação do bairro do Rio Vermelho, feita pela Prefeitura de Salvador no Beco do França, o secretário municipal de Urbanismo, Silvio Pinheiro, entrou em contato com a Metrópole e afirmou que a pasta vai reavaliar a intervenção no local. A reforma das ruas do bairro, que corre a pleno vapor apesar das manifestações de grupos de moradores, cimentou as tradicionais pedras portuguesas, que abrigam as mesas e cadeiras de madeira, espalhadas pela calçada. O secretário afirmou que as peças ornamentais podem voltar ao local.

"Já estamos reavaliando essa intervenção. Acredito que conseguiremos manter as pedras portuguesas sobre a base em concreto. Assim, fica mais sólida e requer menos manutenção ao longo do tempo. A FMLF [Fundação Mário Leal Ferreira] já está cuidando", disse Silvio. 

Notícias relacionadas