Cidade

Rodoviários decidem não fazer greve durante o carnaval

Na manhã deste sábado (18), após reunião de três horas com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps) e com a Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob), o Sindicato dos Rodoviários da Bahia decidiu por não realizar a greve durante o carnaval. [Leia mais...]

[Rodoviários decidem não fazer greve durante o carnaval]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Yasmin Garrido no dia 18 de Fevereiro de 2017 ⋅ 11:54

Na manhã deste sábado (18), após reunião de três horas com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps) e com a Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob), o Sindicato dos Rodoviários da Bahia decidiu por não realizar a greve durante o carnaval. A paralização estava marcada para acontecer nesta terça-feira (21) e foi cancelada. 

O Metro1 apurou que um novo acordo foi realizado neste sábado, quando foram atendidos alguns dos pleitos anteriormente requisitados, como o pagamento da da participação nos lucros de 2016. Os rodoviários reivindicavam o atraso de oito meses no depósito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o não pagamento de horas extras e a suspensão do desconto no salário do funcionário no caso de danos, como arranhões nos ônibus.

De acordo com sindicato, as principais reivindicações dos trabalhadores foram atendidas pelos patrões. São elas: o pagamento do FGTS em março, ajustes na escala de Carnaval, garantindo duas folgas durante a festa para os rodoviários, gratificação de R$ 1,1 milhão dividida entre os trabalhadores que operarem durante a festa e o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), avaliada em R$ 1.728.600,00.

Leia comunicado enviado pelo Sindicato:

"Um acordo fechado na manhã deste sábado, após reunião entre a direção do Sindicato dos Rodoviários e empresários, suspendeu a greve anunciada pelos trabalhadores para esta semana de Carnaval.

Quatro itens importantes para a categoria foram contemplados. O pagamento de uma bonificação de R$1.7 milhão a título de metas alcançadas na PLR, e mais R$1.1 milhão como gratificação de Carnaval para os rodoviários que trabalharem no circuito da folia a partir de quarta-feira. A terça-feira, feriado, será paga a 100% a diária.

Os empresários se comprometeram ainda a solucionar os problemas do FGTS em março. A escala de Carnaval, que sempre foi ponto de conflito em outros carnavais, este ano traz um avanço. O rodoviário que trabalhar na sua folga terá dois dias de descanso no período de Momo.

Para o presidente do Sindicato, Hélio Ferreira, o acordo pode ser considerado uma conquista da mobilização dos trabalhadores e do esforço e habilidade da direção da entidade. “Conseguir tirar quase 3 milhões dos empresários em momento de crise e desemprego é com certeza uma grande vitória”.

Salvador, 18/02/2017

Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Rodoviários

Contatos: presidente Helio Ferreira  981032036

Vice-presidente Fábio Primo 999073804"

Notícias relacionadas