Cidade

Quase 180 mil veículos devem passar pela Estrada do Coco neste carnaval

Para o período de Carnaval, entre os duas 23 e 28 de fevereiro, a Concessionária Litoral Norte (CLN) estima que 178 mil veículos passem pela BA-099, a Estrada do Coco, com uma média de 29 mil veículos por dia. Para atender a demanda na Praça de Pedágio, a CLN estará operando com plena capacidade. [Leia mais...]

[Quase 180 mil veículos devem passar pela Estrada do Coco neste carnaval]
Foto : Divulgação

Por Laura Lorenzo no dia 21 de Fevereiro de 2017 ⋅ 18:14

Para o período de Carnaval, entre os duas 23 e 28 de fevereiro, a Concessionária Litoral Norte (CLN) estima que 178 mil veículos passem pela BA-099, a Estrada do Coco, com uma média de 29 mil veículos por dia. Para atender a demanda na Praça de Pedágio, a CLN estará operando com plena capacidade, com as pistas manuais e automáticas, além de uma equipe com auxiliares de arrecadação (papa-filas) para agilizar a cobrança. 

A empresa informou ainda que os picos de fluxo, normalmente, ocorrem em em períodos de feriado prolongado, entre às 10h e 14h (no dia do início do feriado), e 15 às 21 horas, no retorno à Salvador.  Por isso, a recomendação da Concessionária é de que o motorista tente programar a viagem em outros horários.

A CLN orienta ainda, para quem vai utilizar a estrada neste carnaval, que faça revisão de todos os sistemas do veículo antes de colocar o carro na estrada; use o cinto de segurança, inclusive no banco traseiro; verifique os documentos pessoais e do veículo; não consuma bebidas alcoólicas e substâncias proibidas quando for dirigir; e Respeite a sinalização e os limites de velocidade da rodovia.

Emergências

No trecho de operação da Concessionária, compreendido entre o KM 7,5 (Ponte do Rio Joanes) e o KM 54 (Praia do Forte), a CLN conta com uma equipe equipada, com UTI móvel, veículo resgate e guinchos leve e pesado, realizando inspeção viária e atendendo 24h por dia em casos de emergência e/ou acidentes. O usuário poderá solicitar apoio através do 0800 071 3233 e dos telefones de emergência (call box), situados a cada 2 km ao longo da Estrada do Coco.
 

Notícias relacionadas