Cidade

Secretário admite rever presença de Baiana System e Léo Santana no Furdunço 2018

O secretário municipal de Turismo, Claudio Tinoco, disse nesta quarta-feira (22), durante a abertura do Carnaval de Salvador 2017, que vai rever a participação da banda Baiana System e do cantor Léo Santana na próxima edição do Furdunço. No domingo passado, data da festa que antecede a folia baiana, o evento levou um total de 1 milhão de pessoas para Circuito Orlando Tapajós, seguindo no contra fluxo do circuito Dodô, entre o Clube Espanhol e o Farol Barra. [Leia mais...]

[Secretário admite rever presença de Baiana System e Léo Santana no Furdunço 2018]
Foto : Fred Pontes/Divulgação

Por Matheus Simoni e Matheus Morais no dia 22 de Fevereiro de 2017 ⋅ 19:35

O secretário municipal de Turismo, Claudio Tinoco, disse nesta quarta-feira (22), durante a abertura oficial do Carnaval de Salvador 2017, que vai rever a participação da banda Baiana System e do cantor Léo Santana na próxima edição do Furdunço. No domingo passado, data da festa que antecede a folia baiana, o evento levou um total de 1 milhão de pessoas para Circuito Orlando Tapajós, seguindo no contra fluxo do circuito Dodô, entre o Clube Espanhol e o Farol Barra.

Em entrevista ao Metro1, o secretário afirmou que a dimensão do público presente surpreendeu a todos. "O Furdunço foi criado para ocupar um espaço vazio na avenida, mas também trazer, de uma forma lúdica, trazer atrações que nós consideramos de baixo impacto, resgatando uma geração de foliões que não estava mais nas ruas, mas também renovando uma outra gerações. Evidente que, das 41 atrações que desfilaram no domingo, 36 foram as mesmas dos anos passados", disse Tinoco.

Segundo ele, as duas atrações já não comportam o atual modelo no qual a festa foi proposta. "A gente entende que, duas das atrações que hoje estiveram no Furdunço no domingo, já não comportam mais estar nas ruas dentro desse produto do Furdunço. Por isso mesmo vamos reavaliar a presença da Baiana System e de Léo Santana em 2018, buscando preservar esse ato lúdico que o Furdunço trouxe para a cidade de Salvador", declarou.

Notícias relacionadas