Cidade

Ato público reúne moradores e visitantes do Rio Vermelho contra reforma

Acontece neste domingo (2), no Mercado do Peixe, um ato público contra a reforma promovida pela Prefeitura de Salvador na região do Rio Vermelho. Nesta semana, terminaria o prazo para que os permissionários do mercado saíssem do local, onde será construída a Praça Caramuru. A reforma do Mercado do Peixe teve início na última quinta-feira (30), data limite para que os comerciantes saíssem do local. Porém, a Prefeitura voltou atrás e decidiu estender o prazo para este domingo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 01 de Agosto de 2015 ⋅ 15:00

Acontece neste domingo (2), no Mercado do Peixe, um ato público contra a reforma promovida pela Prefeitura de Salvador na região do Rio Vermelho. Nesta semana, terminaria o prazo para que os permissionários do mercado saíssem do local, onde será construída a Praça Caramuru. A reforma do Mercado do Peixe teve início na última quinta-feira (30), data limite para que os comerciantes saíssem do local. Porém, a Prefeitura voltou atrás e decidiu estender o prazo para este domingo

A reforma, que já foi alvo de diversos protestos por parte de moradores, frequentadores e comerciantes do bairro, deve durar cerca de oito meses. Está previsto que seja construído um estacionamento para 140 veículos no lugar onde atualmente se encontram os boxes. De acordo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), o local já passou por terraplanagem e está em fase de instalação da nova drenagem e processo de aplicação de nova pavimentação. A partir de segunda-feira (3), a pasta afirmou que irá acompanhar o processo de saída dos permissionários do local. A Semop defende que prossegue em diálogo com os comerciantes para apoio e relocação para outros mercados municipais, "caso prefiram".

Notícias relacionadas