Cidade

Protesto contra reforma da Previdência trava trânsito na Avenida ACM; acompanhe

A quarta-feira (15) promete ser complicada em diversos pontos de Salvador por conta dos protestos contra as reformas trabalhista e da Previdência. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um grupo interditou parcialmente a BR-324, no sentido Feira de Santana. [Leia mais...]

[Protesto contra reforma da Previdência trava trânsito na Avenida ACM; acompanhe ]
Foto : Leitor/Metro1

Por Gabriel Nascimento no dia 15 de Março de 2017 ⋅ 07:19

A quarta-feira (15) é complicada em diversos pontos de Salvador por conta dos protestos contra as reformas trabalhista e da Previdência. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 6h30, um grupo interditou parcialmente a BR-324, no sentido Feira de Santana. O protesto aconteceu no KM 594 e inviabilizou o acesso ao Polo Industrial de Camaçari. O ato gerou lentidão na rodovia, mas foi encerrado por volta das 7h20.

Em Salvador, manifestantes fecharam a Avenida Antonio Carlos Magalhães, em frente ao Shopping da Bahia e geram um longo congestionamento na via, no sentido Avenida Luiz Viana Filho, a Paralela, ou Avenida Tancredo Neves. O grupo ocupa todas as faixas da via. O protesto começou por volta das 7h30. Com faixas e cartazes, os protestantes se posicionam contra reformas trabalhista e da Previdência.

Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Sindicato dos Trabalhadores do Estado da Bahia (APLB), União Geral do Trabalhadores (UGT), Sindicato dos Trabalhadores das Escolas Privadas (Sinpro) e Sindicato do Judiciário (Sinpojud), além de estudantes participam do ato. Eles desejam estender o ato até às 12h.

Sobre a circulação dos ônibus do transporte coletivo, o Sindicato dos Rodoviários e a Secretaria de Mobilidade (Semob) informam que 100% da frota está nas ruas e, por isso, os passageiros não devem se preocupar.

 

Notícias relacionadas