Cidade

Corpo de Bombeiros tem déficit de quase 12 mil homens: “Um dos menores efetivos”

Comandante-geral do Corpo de Bombeiros, o coronel Teles de Macedo conversou com Mário Kertész nesta quinta-feira (16) sobre os desafios da corporação. O déficit no número de bombeiros e um dos principais problemas. De acordo com o comandante, atualmente a corporação conta com 2,6 mil homens e mulheres [Leia mais...]

[Corpo de Bombeiros tem déficit de quase 12 mil homens: “Um dos menores efetivos”]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 16 de Março de 2017 ⋅ 08:20

Comandante-geral do Corpo de Bombeiros, o coronel Teles de Macedo conversou com Mário Kertész nesta quinta-feira (16) sobre os desafios da corporação. O déficit no número de bombeiros e um dos principais problemas. De acordo com o comandante, atualmente a corporação conta com 2,6 mil homens e mulheres. “Hoje estamos buscando atender a RMS. Precisamos de um maior efetivo. Teríamos que ter 14 mil bombeiros, proporcionalmente somos um dos menores efetivos do Brasil”, disse.

Apesar da defasagem, segundo Teles Macêdo, o governo tem buscado viabilizar o aumento do número de bombeiros. “A busca para ajustar é muito grande, o governador autorizou a formação de mais 30 oficiais. Fizemos um decreto que definiu regras para combate e prevenção a incêndios. Nós colocamos Camaçari, reajustamos Barreiras, colocamos bombeiros em Senhor do Bonfim, na Ilha de Itaparica. Aguardamos também para nos espalharmos em Luís Eduardo Magalhães. Estamos com um processo para adquirirmos mais carros tanques, uma espécie de carro pipa”, explicou. 

Notícias relacionadas